Uma vila a ser cantada pelos poetas

Ganhou o epíteto de Vila Poema por dizer a tradição que aqui viveu Camões. Mas Constância não precisava desta associação para ser cantada pelos poetas.

Terra de casario branco erguida no preciso local onde o Zêzere chega ao Tejo ganhou o nome pela constância que demonstrou no apoio à causa liberal. Antes, tinha o nome menos poético de Punhete. Até há bem pouco tempo, era do encontro dos rios que ganhava o seu sustento com a pesca, a construção e reparação naval, mas soube-se adaptar e hoje é o turismo a principal ocupação desta vila de belos recantos.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.