Sabores com aroma a maresia

Vagos chama a atenção dos olhares mais desatentos pelas suas magníficas paisagens de uma riqueza florística e faunística excecional. Daí parte deste concelho estar classificado como Zona de Proteção Especial da Ria de Aveiro e Dunas de Mira, Gândara e Gafanhas, no âmbito da Rede Natura 2000.

O mar, a ria e os numerosos recursos hídricos que atravessam o seu território tornam-na uma terra de sabores e aromas intensos, caraterizada por uma gastronomia que satisfaz os ‘melhores garfos’. Às caldeiradas de peixe fresquinho, saído da tradicional Arte Xávega, que ainda se pratica nas suas praias, juntam-se verdadeiros ‘banquetes’ de marisco a par das famosas enguias. Das suas terras férteis saem bons legumes para acompanhar os assados de coelho, a chanfana de carneiro na caçoila de barro, as papas de abóbora, os rojões, as sainhas, o sarrabulho e até o leitão à Bairrada.

Como se tudo isto não bastasse, Vagos dispõe ainda de vários equipamentos e complexos turísticos que são, eles mesmos, ótimos motivos para uma visita.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.