Na Veneza portuguesa celebremos a ria

Em Aveiro, saboreemos a cidade e a sua relação com a ria. Entremos a bordo de um moliceiro de cores garridas e conheçamos a “Veneza portuguesa” de uma outra perspetiva. Desembarquemos e deixemos que os nossos passos nos levem pela urbe à descoberta da Arte Nova que tem aqui o seu maior esplendor.

Visitemos os museus que nos ajudam a contextualizar o que vemos: o da Arte Nova e o de Aveiro, instalado no antigo Convento de Jesus, e o da cidade; entremos na Sé e na Igreja da Misericórdia. E depois saiamos do centro para conhecermos as salinas e os métodos ancestrais de recolha e apanha do sal, aproveitando a paisagem aqui construída pelo homem e a passagem pelo Ecomuseu Marinha da Troncalhada.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.